Agbar de Jean Nouvel

Barcelona tem muitos edifícios emblemáticos para a cidade e muitos pontos turísticos. Muitos. Mas muitos mesmo, sério, a cidade é um não parar. Recentemente estive em um no qual não se pode entrar (por enquanto), a polêmica Torre Agbar. Vou ser sincera, nunca gostei dela, a via como algo estranho na cidade, que não combina, que brilha em azul e vermelho – combinação tão estranha, ainda que sejam as cores do Barça. Uma vez, pouco tempo de morar aqui, não sabia como chegar em Glòries, me encontrava no Clot, e pedi informação na rua: “tá vendo ali aquele supositório azul e vermelho?” – me disseram em catalão – “ali está Glòries, é só seguir reto por esta avenida”. Pois é, emblemático, né, que os habitantes de Barcelona chamem a Torre Agbar de supositório…

E, ademais, quando eu subia em algum ponto alto da cidade, seja o Parque Gell, sejam os búnkers, fosse Montjuic, ali estava ela, tão perto da Sagrada Família, tão nada a ver com a igreja cavernosa, simplesmente não combinava com Barcelona! Mas com o tempo descobri que Agbar foi só o princípio do que seria Glòries, o distrito 22 Sant Martí (comumente conhecido como Poblenou) – o futuro (ou atual) 22@.

22@ é um projeto sob o conceito urbano de smart city, mas sobre ele conversaremos em outro momento.

Entrei na Torre Agbar com um grupo e fomos guiados por um homem muito simpático apaixonado pela torre, uma mulher de mesmos adjetivos e dois responsáveis de obra. Fizemos um passeio completo, incluindo os sistemas internos da Torre. Achei muito interessante o sistema de calor e frio, da Districlima: a água da rede urbana chega na torre e parte dela se esquenta, parte se esfria. O que não foi utilizado volta à rede urbana e parte do que foi esquentado/esfriado é de utilização da própria Torre e parte desta vai para outros edifícios de Barcelona, como os edifícios do Fórum com quase nenhuma perda de calor/frio. De tudo isso eles pagam somente o que utilizam para o próprio acondicionamento interno do ar.

Sustentável e econômico. Não entendeu? Dá uma olhadinha aqui.

IMG_2034

Também subimos para ver os escritórios. A Torre é redonda e colorida, portanto os escritórios se adaptam a essa dinâmica. As portas não tem batente, para manter a sensação de espaço aberto e as janelas são cúbicas, por razões óbvias, com espaço para armazenar objetos.

IMG_2047 IMG_2042

Mas o mais incrível, o que fez que eu me apaixonasse pela Torre, não foi nada disso. Depois de visitar a cúpula, entendi porque ela é tão especial e porque ninguém quer que seja um hotel – o Hyatt comprou a Torre. Não entendo como esse espaço de escritórios (atualmente é lar de Aigües Barcelona) se adaptará a quartos de hotel mantendo a intenção de Jean Novel de que fosse um espaço aberto, iluminado e confortável. E a cúpula…, será que os clientes do hotel poderão visitar a cúpula, ou ficará abandonada? Sei que os funcionários de Aigües (ao menos os que estiveram conosco) estão tristes de perder esse espaço tão especial. E eu estou feliz de ter podido conhecer, ao menos uma vez.

IMG_2051 IMG_2052 IMG_2058 IMG_2062 IMG_2065

Estar ali dentro, no topo de tudo, me deixou com a sensação de que poderia passar horas ali parada meditando, vendo Barcelona desde qualquer ângulo, imersa no silêncio branco. Não queria ir embora. Mas haviam 40 pessoas comigo e o pessoal da Torre tinha que voltar a trabalhar. Pena que não voltarei a ver esse cantinho especial… e o homem simpático me disse ao final, com um enorme sorriso: “estou feliz de ter podido convencer ao menos uma pessoa, você, do especial que é este lugar, esta Torre. Só por isso já valeu a pena fazer esta visita”. Fiquei com a esperança de poder visitar a cúpula novamente na vida.

Dentro de pouco o Hyatt se ocupará dela. Só me resta esperar…

Anúncios

Uma resposta em “Agbar de Jean Nouvel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s